VALE A PENA RELEMBRAR #04 - ESPECIAL PHENOM VS BEAST HISTORY


Fala galera ligada no WWE Noticias 24 horas, tudo beleza com vocês? Estamos aqui mais uma vez trazendo a volta do quadro ''vale a pena relembrar'', que por alguns motivos pessoais, não tivemos possibilidade de exibirmos ele ao decorrer destas últimas semanas. Mas agora ele está de volta, e nesta quarta edição deixando de lado um pouco da história dos maiores WWE Superstars já passados pela companhia, mas abordando uma história de gerações dentro da WWE.

Prepara-se que preparamos um artigo, de primeira onde vamos abordar uma das rivalidades mais disputadas dos últimos tempos,Undertaker e Brock Lesnar pela terceira vez irão estar se confrontando neste próximo domingo no PPV Hell in a Cell, e pra dar aquele esquenta na luta destes monstros, iremos relembrar os antepassados que estes dois fizeram dentro da WWE, lembranças de muito râncor e ódio é o que vamos debater.
_________________________________________________________________________




Começamos pela a Wrestlemania 30, no ano de 2014, é um porque de fato este ataque, e apetite por vingança não fazem muito sentido neste momento, por mais que o Wrestling fuja à lógica. Agora vingar-se mais de um ano depois do fim da Streak acaba por ser um pouco “Fora-de-hora”, ou no mínimo estranho, por mais que nos digam que no Wrestling temos que ignorar a lógica e deixarmo-nos levar por uma história.

E talvez seja essa a estratégia ideal para quem não concorde com esta rivalidade a consiga tolerar, caso o contrário será muito difícil de a acompanhar. Digo isto, porque esta será o modo que escolherei para observar e analisar esta rivalidade. Ou seja, para quem quiser acompanhar a rivalidade, porque são livres de o não fazer, basicamente terão que ignorar o espaço temporal em que ocorre e quase todas as variáveis da mesma.

É daquelas situações complicadas e onde o nosso lado racional acaba quase sempre por vir à tona, uma vez que se torna difícil de esquecer que estamos em 2015, e que este não é o mesmo Undertaker de há 20 anos atrás. Muito embora seja esse o exercício que a WWE pretende que seja feito, e dessa forma imaginarmos por segundos que o Taker é de facto” imortal” e sempre jovem.

No entanto, e por mais que tente fazer esse exercício devo confessar que durante esta semana, a verdade é que não o consigo fazer totalmente. Porque o meu lado racional diz-me que não faz sentido alguém querer uma rematch de uma derrota que foi limpa, por mais que seja a vitória mais surpreendente da história de uma Wrestlemania. A questão é que a surpresa advêm não da superioridade do Taker, mas do fato da Streak ser vista como o cálice sagrado por muitos fãs.



Mas antes de concluir, tenho que reforçar aquela que é a minha opinião há já vários anos: a Carreira do Undertaker já deveria ter acabado. E não quero com isto desrespeitar o seu legado, muito pelo contrário, acho que alguém com a sua carreira e importância devia ter uma despedida digna do seu nome e estatuto.

E tenho certas dúvidas que este combate e esta rivalidade sejam isso, porque não vejo o que ela trará de novo à história do Deadman, por mais que o momento da sua reforma seja sempre algo marcante para a indústria. Talvez por isso é que defendo já há largos anos que o” End of an Era” era o epílogo, sobretudo por todo o simbolismo que aquele momento nos transmitiu.

Não foi essa a opção da WWE nem do Undertaker, e assim esta última rivalidade com o Brock Lesnar surge como consequência desta decisão. E para o bem ou para mal, qualquer que seja a qualidade do combate ou rivalidade, ela será alvo de todas as atenções e criticas do próximo Hell in a Cell. E é exatamente isso o que a WWE pretende com esta rivalidade: resultados práticos e com efeito mediáticos.


Mas antes de concluir essa relação sobre a atual presença de Deadman atualmente na WWE, tenho que reforçar aquela que é a minha opinião há já vários anos: a Carreira do Undertaker já deveria ter acabado. E não quero com isto desrespeitar o seu legado, muito pelo contrário, acho que alguém com a sua carreira e importância devia ter uma despedida digna do seu nome e estatuto.

E tenho certas dúvidas que este combate e esta rivalidade sejam isso, porque não vejo o que ela trará de novo à história do Deadman, por mais que o momento da sua reforma seja sempre algo marcante para a indústria. Talvez por isso é que defendo já há largos anos que o” End of an Era” era o epílogo, sobretudo por todo o simbolismo que aquele momento nos transmitiu.

Não foi essa a opção da WWE nem do Undertaker, e assim esta última rivalidade com o Brock Lesnar surge como consequência desta decisão. E para o bem ou para mal, qualquer que seja a qualidade do combate ou rivalidade, ela será alvo de todas as atenções e criticas do próximo Hell in a Cell. E é exatamente isso o que a WWE pretende com esta rivalidade: resultados práticos e com efeito mediáticos.


Voltando um pouco ao passado, em 2002 tínhamos o começo de tudo, Vince Mcmahon naquele tempo gostava de influir os WWE Superstars a combates de alto risco, com isso um plano foi arquitetado para que ''Lesnar e Undertaker'' vinhessem a fazer uma grande rivalidade naquele tempo, no que resultou em um dos mais épicos e violentos combates da história em Hell in a Cell matchs. 

Brock Lesnar naquele dia se tornava o mais novo, WWE Champion em um combate disputado, com bastante garra e muito sangue, o WWE Universe pensava ali que seria a última vez que víamos uma rivalidade, um combate entre ambos dentro da WWE.



O combate que a WWE irá dar o maior destaque, será a Hell in a Cell Match, entre Undertaker e Brock Lesnar, que deverá ser o desfecho desta rivalidade. Esta rivalidade vem se desenrolando, desde o fim da Streak, na Wrestlemania, onde Lesnar venceu. Taker venceu de forma controversa no SummerSlam, aonde desistiu, mas o juiz não viu e domingo a rivalidade acaba. The Undertaker e Lesnar se enfrentarão, novamente em uma Hell in a Cell, no combate anterior como já citado em 2002, o então WWE World Heavyweight Champion Lesnar venceu The Undertaker, será que teremos a repetição do resultado?

Para domingo espero que Undertaker reúna boas condições de proporcionar um grande combate mesmo ainda achando que o mesmo já deveria ter deixado de lado os ringues. Lesnar não tenho dúvida que ele estará em grande forma. Sobre o resultado do combate, meu palpite e minha torcida são para que Brock Lesnar seja o vencedor. Pois só acreditaria na vitória de Taker, se ele tivesse um desempenho espetacular e de grande forma, coisa que atualmente não acredito que ele possa realizar. Mesmo ainda acreditando com uma pequena esperança que o grande Deadman também possa fazer um combate digno em agrado a todos os fãs do WWE Universe.



GOSTOU DE NOSSA QUARTA EDIÇÃO DO ''VALE A PENA RELEMBRAR'' ? COMENTE ABAIXO, DEIXE SUA OPINIÃO OU SUGESTÕES PARA AS NOSSAS PRÓXIMAS EDIÇÕES!

5 comentários: