--

Possível real motivo sobre o o problema com os lutadores da WWE na Arábia Saudita


Desde a última sexta-feira, estamos a trazer informações sobre um problema que ocorreu com alguns funcionários da produção e lutadores da WWE após o especial Crown Jewel na Arábia Saudita, ambos tiveram problemas para deixar o país onde segundo informou a WWE através de seu site problemas mecânicos no avião impediu de os mesmos não conseguirem chegar aos EUA.

Segundo o que informou o conceituado site WrestlingNews.co o real motivo para estes problemas podem não ter sido nada relacionado a avião. Segundo o que disse Hugo Savinovich ex-comentarista espanhol da empresa de Vince McMahon, que tem muitas conexões na WWE e na Arábia Saudita, houve um grande mal-estar entre Vince e o príncipe herdeiro da Arábia Saudita. Hugo relatou que Vince não foi pago pelos dois PPVs  que ocorreram este ano tais eles o Super ShowDown e o Crown Jewel, assim a Arábia Saudita deve estar devendo em torno de U$300 a U$500 milhões de dólares a WWE.

Com isso ocorrendo, Vince McMahon teria cortado a transmissão do Crown Jewel da TV ao vivo na Arábia Saudita, pois além da WWE Network algumas emissoras locais estavam também transmitindo o evento para o país. Estas ações de Vince frustou o herdeiro Saudita que acabou ordenando tirar os lutadores do Atlas Air pouco antes do avião estar prestes a decolar, vale também ressaltar que se caso houvesse problemas mecânicos com o avião, Vince poderia facilmente arranjar outro avião para seus lutadores, mas isso não aconteceu.

Brock Lesnar, o Hall of Famer Hulk Hogan, Ric Flair, Vince McMahon e Jimmy Hart estiveram conseguindo sair pois ambos estavam com um vôo particular. Em uma atualização, Brad Shepard  que esteve com Vince, o mesmo se recusa a fazer outro PPV na Arábia Saudita até que a WWE receba seu dinheiro. 

Não apenas Vince, mais também esteve sendo relatado que superstars da WWE também se recusam a retornar ao país, pois os mesmos se sentiram detidos por ficarem presos no país contra a sua própria vontade em um jogo de provocação do governo local.

Nenhum comentário:

Postar um comentário