Cobertura WWE Monday Night RAW 17/02/2020


Na noite desta segunda-feira a USA Network transmitiu mais um episódio ao vivo do Monday Night RAW, diretamente da Angel of the Winds Arena em Everett, Washington. Confira a cobertura completa do show logo abaixo:


 
Os fãs cantam “você é péssimo!” enquanto Orton entra no ringue. Orton aponta para o telão e vemos imagens de suas recentes interações com Matt Hardy e o WWE Hall of Famer Edge. Orton diz que deveria enfrentar Matt em uma No Holds Barred Match hoje à noite, mas depois do que aconteceu na semana passada, ele lamenta que isso não aconteça. Orton diz que Matt está por trás agora, ainda tentando ser medicamente liberado, mas o combate não vai acontecer. Orton é vaiado um pouco mais. 

Orton diz que os Hardys são conhecidos por subir ao ponto mais alto e cair ao ponto mais baixo, mas mesmo assim … Matt Hardy interrompe. Matt não quer que Orton fale com ele, ele quer que Orton admita por que ele tentou terminar com o retorno de Edge. Matt diz que ainda quer saber o que diabos há de errado com Orton. Matt fala sobre Orton querendo tirar tudo isso, sua paixão, mas ele não pode porque Matt não está pronto para isso. 

Matt veio aqui para lutar, mas os médicos da WWE não o liberaram para competir em uma luta oficial. Matt diz que ele é um homem de palavra e ele está aqui, e como Edge, ele tem coragem e não desiste. Matt Hardy não vai morrer. Ele diz que você sempre pode derrubar ele e Edge, mas eles sempre se levantam. Matt não sabe o que o futuro reserva para ele, mas não será determinado nos termos de Orton, será determinado nos seus próprios termos. Orton diz que Matt deveria ter se despedido na semana passada, enquanto ele ainda poderia deixar a arena sozinho. Matt entra no ringue agora. 

Orton pergunta o que Matt poderia realmente fazer com ele. Orton continua e diz que respeita Matt e Edge, ele também ama Edge como um irmão. Orton diz que está realmente arrependido. Ele diz isso de novo, coloca o microfone no chão e sai do ringue. Orton se afasta enquanto sua música toca. Matt assiste do ringue. Orton para no topo do palco e tira seu colete. Matt traz uma cadeira para o ringue enquanto Orton se vira e lentamente volta para o ringue. Orton entra lentamente e sobe no apron enquanto Matt se prepara com a cadeira Matt acaba sendo atingido e derrubado. Matt se levanta, mas Orton o deixa derruba agora com um RKO. Orton agora coloca a cadeira sobre Matt. Orton tira o colar cervical do pescoço de Matt e coloca uma cadeira embaixo de sua cabeça. 

Orton pega outra cadeira e fica de pé sobre Matt, pronto para ataca-lo. Os fãs vaiam e gritam com ele. Orton olha em volta e não faz isso. Os árbitros do lado do ringue imploram para ele parar. Orton sai do ringue, mas leva Matt com ele. Orton agora coloca Matt sobre os degraus de aço. Orton agarra a cadeira novamente e atinge Matt na cabeça enquanto ele está em cima dos degraus. Os árbitros ajudam Matt enquanto Orton vai embora. De volta do intervalo e os locutores mostram o que acabou de acontecer. Matt é retirado da arena pelos médicos. Singles Match: Erick Rowan vs. Aleister Black 
– Aleister aplicou o “Black Mass” e venceu o combate. Flair pega o microfone e mostra como ela atacou Rhea Ripley após sua vitória sobre Bianca Belair no “Takeover: Portland” na noite passada. Flair diz que foi ao Takeover para ver quem estava enchendo a cabeça de Ripley com a ideia de que ela pode ir ao RAW e desafiar a The Queen. Flair chegou lá e ficou impressionada. Então ela começou a relembrar tudo sobre o NXT e como construiu a base para uma terceira marca na WWE. Flair continua falando sobre como eles não se sacrificaram para fazer o NXT merecer o respeito que tem agora, e agora Ripley tem a audácia de comparecer ao show de Flair e segurar o título que ela colocou no mapa. Flair acha que Ripley é muito boa, mas ela vai humilhar Ripley na WrestleMania 36. Flair diz que todo mundo é considerado um grande sucesso, até que fracassem miseravelmente. Flair faz o “Woooo!” enquanto sua música inicia novamente. Os locutores promovem Flair vs. Ripley na WrestleMania enquanto Flair aponta para a placa da WrestleMania 36. Triple Threat – WWE 24/7 Championship Match: R-Truth vs. Mojo Rawley vs. Riddick Moss (c) 
– Moss realizou o Roll-up em Mojo para vencer o combate. Voltamos ao ringue e Rome apresenta Drew McIntyre como o homem que venceu o Royal Rumble e vai desafiar Brock Lesnar na WrestleMania. Drew pega o microfone e fala sobre a WrestleMania. Drew diz que Flair já apontou para a placa hoje à noite, então ele fará uma coisa melhor. Drew pede que os fãs a apontam com ele, e todos apontam para a placa. Drew diz que hoje em dia a Suplex City está localizada no país de Claymore. Drew é interrompido por Paul Heyman, que desce a rampa com um microfone. Heyman faz uma promo e vai apresentar seu cliente, mas Lesnar não está aqui. Drew espera por uma luta. Os fãs vaiam Heyman. Heyman fala sobre Lesnar vencer Ricochet no Super ShowDown e depois McIntyre na WrestleMania. Heyman, ainda falando do palco, finalmente apresenta MVP. MVP diz que Heyman pode não ter um problema com Drew, mas ele tem. MVP diz que convidou Drew para o VIP Lounge na semana passada como um velho amigo, o tratou com respeito… MVP entra no ringue e a conversa continua. MVP diz que Drew o acertou com um chute barato na semana passada. 

Singles Match: Drew McIntyre vs. MVP – Drew venceu rapidamente com o “Claymore”.


Voltamos ao ringue com a RAW Women’s Becky Lynch que está com uma bolça marrom. Ela fala sobre vir para a WWE por fama e fortuna. Ela tira um monte de dinheiro dessa bolsa e diz que é ela quem paga a multa pelo que fará quando cruzar com Shayna Baszler. Becky diz que isso é um adiantamento à violência. Ela diz à WWE para ir em frente e levar todo o seu dinheiro, porque coisas ruins vão acontecer quando ela ver Baszler. Becky continua conversando até Baszler aparecer no telão. Baszler provoca Becky e fala sobre como ela vai vencer no Elimination Chamber para ganhar a disputa de título de Becky. Baszler continua e diz que vai acabar com a vida de Lynch. Becky diz que estará assistindo ao Elimination Chamber de perto e estará torcendo por Baszler. Becky joga o microfone e sai enquanto a música toca. Tag Team Match: Angel Garza e Bobby Lashley vs. Rusev e Humberto Carrillo 
– Garza fez o Roll-up e venceu o combate. Singles Match: Natalya vs. Kairi Sane 
– Sane venceu por Count-Out após Natalya não retornar ao ringue. Rollins beija as mãos de alguns fãs no caminho para o ringue. Ele agradece e agradece a Murphy pela introdução. Rollins fala sobre a palavra “sermão” e diz que isso é divino. Rollins continua e não está dizendo muita coisa nova. Ele leva o papel de ser o Messias muito a sério. A segunda fase deste movimento não será fácil, diz ele. Os fãs cantam “você é péssimo!” agora. Rollins diz que entende sua dor, irmãos e irmãs. Ele diz que a fase dois não será fácil, mas é para um bem maior. Rollins diz que agora é hora de procurar os fracos. Eles devem encontrar as falhas no sistema e reabilitá-las, se puderem, e erradicá-las, se necessário. Rollins diz que isso não é uma promessa, nem uma ameaça, nem um aviso, isso vem do seu coração. Rollins continua falando sobre pessoas que sofrem o mesmo destino, se continuarem reclamando ou permanecerem no caminho do progresso e do futuro. A música finalmente toca e os Viking Raiders aparecem. Erik e Ivar correm para o ringue e brigam com a AOP, enquanto Murphy e Rollins recuam pela rampa. Rollins ordena que Murphy volte ao ringue para lutar. Rollins assiste do palco. Kevin Owens aparece e derruba Rollins com um Stunner. A música de Owens toca enquanto ele fica de pé sobre Roll Singles Match: Karl Anderson vs. Ricochet 
– Ricochet venceu o combate sem muitos problemas. Six Man Tag Team Match: Kevin Owens e The Viking Raiders vs. Murphy e The Authors of Pain 
– Owens e os Vikings Raiders venceram o combate por DQ após Rollins interferir no combate.

Nenhum comentário:

Postar um comentário