--

Novos detalhes sobre o contrato de Edge com a WWE são revelados

Os primeiros relatórios sobre o contrato de Edge e a negociação do mesmo com a WWE não revelou apenas os detalhes do acordo como também gerou suposições que nunca chegaram a ser esclarecidas com clareza. Algumas delas inclusive de tom acusatório como a de que Edge teria utilizado de má fé ao usar a companhia AEW como uma suposta isca para ter uma melhora em seu contrato com a WWE.
Porém, os detalhes que cercaram esse acordo aparentemente foram esclarecidos nesta semana. A começar pelo WWE 24 especial que trata sobre os detalhes do retorno de Edge. No documentário, Edge conta os detalhes das negociações e revela que sim a AEW entrou em contato com ele mas, antes de qualquer coisa, queria ter uma conversa com Vince McMahon, observando que seu objetivo e sua vontade não era iniciar uma guerra de licitação entre as duas empresas.
Na edição desta terça-feira do Wrestling Observer Radio, Dave Meltzer e Bryan Alvarez falaram sobre o novo documentário de Edge e emendando comentaram sobre os detalhes do período de negociação. Meltzer acrescenta que a proposta feita pela AEW para Edge não era de US$ 3 milhões e que a empresa da família Khan não cobriria a oferta da WWE porque “era um número ridiculamente alto”.
O jornalista comenta que o cenário não era de Vince McMahon tentando se equiparar a oferta feita pela AEW uma vez que ele tinha ido muito além da margem nos valores do contrato. O cenário aparentemente era o seguinte: Vince ofereceu um super contrato imaginando que a AEW não aumentaria a sua oferta. Como o próprio Meltzer descreve, “Vince deu a Edge um número que a AEW não igualaria porque era um número ridiculamente alto”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário