--

Onda de demissões na WWE tem causado insegurança nos superstars

Nas últimas semanas, a WWE tem sido alvo de críticas devido à sua atividade contínua nos shows semanais, são eles, Monday Night Raw, Friday Night SmackDown e NXT. Adicionado a esse problema foi a onda de demissões na semana passada, que causou grandão repercussão na mídia e nas redes sociais.
Nos últimos dias, também foi relatado que a empresa estaria forçando suas estrelas a continuar trabalhando sob medidas de segurança insuficientes, algo que foi negado pela própria WWE por meio de um comunicado de imprensa enviado à mídia.
Sobre o assunto acima, o jornalista Sean Ross Sapp, do portal Fightful, revelou nas últimas horas, por meio de sua conta oficial do Patreon, que uma fonte lhe garantiu que ninguém no vestiário está sendo forçado a trabalhar, embora exista um pouco de medo por parte dos lutadores de uma possível retaliação que pode ocorrer se alguém se recusar a continuar realizando suas atividades, principalmente depois do que aconteceu com as demissões. Segundo essas pessoas, que o teriam contatado recentemente, há um sentimento entre os lutadores e os funcionários que sentem que não podem expressar livremente suas preocupações.
Ouvimos de vários funcionários que eles não são obrigados a trabalhar, mas também não se sentem à vontade em dizer à empresa que não querem, principalmente após as demissões“, disse Sapp.

Nenhum comentário:

Postar um comentário