--

Shows da WWE podem voltar ter público somente em 2021

A Sports Illustrated publicou na noite de ontem (12), um artigo que continha declarações de Zach Binney, PhD em epidemiologia, que observou que os eventos esportivos que são ao vivo nos Estados Unidos não deverão ser realizados novamente até que seja encontrada uma vacina contra o COVID-19.
É dito também que muitos países ao redor do mundo estão trabalhando para obter a vacina o mais rápido possível, mas é relatado que para desenvolvê la e a colocar em funcionamento, iria levar ao menos 12 meses, significando que não iriam haver eventos públicos até o verão de 2021.
O médico diz ser otimista sobre eventos serem realizados com portões fechados. Segundo ele, para conseguir isso com segurança,cada competidor necessitaria ficar isolado por duas semanas antes e depois de cada evento para garantir que não tenha sintomas.
A equipe também precisaria ser testada diariamente para o COVID-19. Se um atleta deixar o local seguro por qualquer motivo, ele também precisará ser isolado por duas semanas. Seria necessário muito dinheiro para manter o isolamento e também para compensar os atletas durante este período.
Esta situação também envolveria diretamente a WWE, mas com a diferença de que a empresa já está utilizando procedimentos de higiene para quem entra no Performance Center, local onde a empresa está realizando seus shows no momento, e que os deslocamentos feitos pelos superstars são mínimos, uma vez que a maioria do roster da empresa reside em Orlando,Flórida, onde se localiza o Performance Center.
Outras empresas como AEW e Impact Wrestling realizaram gravações de shows para os próximos meses e aguardam o próximo passo em relação à pandemia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário