Cobertura WWE Monday Night RAW 18/05/2020


Na noite desta segunda-feira a WWE realizou mais um episódio inédito do Monday Night RAW, diretamente do Performance Center, em Orlando, na Flórida. No ringue, Charly Caruso chama Randy Orton. A som de “Voices” Orton chega ao ringue. Orton fala sobre querer enfrentar Edge no Backlash, em uma luta de mano a mano, afirmando não entender o motivo das pessoas não compreenderem este desafio, afinal isso é a WWE, eles lutam. Ele fala sobre a luta da WrestleMania 36, dizendo que Edge teve sorte e não é o melhor. Orton diz que não precisa de mesas, escadas ou cadeiras para provar isso. Orton diz que Edge tem uma grande dúvida em sua cabeça, por isso não aceitou o seu desafio na semana passada. Toca a música de Edge e o WWE Hall of Famer vem ao ringue. Edge diz que Orton lhe falou algumas verdades na semana passada, entretanto, sabe que Orton não quer esta luta por honra, mas sim, por ganhar mais dinheiro ao fazê-la. Ambos começam a gritar no ringue, dando a entender que partirão um para cima do outro. Edge grita que sim e aceita seu desafio. Ambos se encaram, com Orton saindo do ringue. Rollins pega o microfone e diz que às vezes na vida você tem que perder quem você é para realmente se encontrar. Quando ele perdeu para o campeão da WWE, Drew McIntyre, no Money in the Bank, parte dele sentiu como se tivesse perdido tudo. Ele caiu em um lugar escuro, um que ele pensou que nunca poderia escapar, mas sem a escuridão não pode haver luz. Rollins diz que viu a luz e a viu mais brilhante do que antes. Isso é tudo graças a um homem – Rey Mysterio. Rollins diz que o que aconteceu com Rey foi descrito por alguns como hediondo, repugnante, imperdoável, e foi descrito por outros como um ato de penitência, pago a Rollins pela descrença de Rey no Monday Night Messiah, mas Rollins não o vê dessa forma. A maneira como ele vê o que aconteceu com Rey é que foi lamentável, mas necessário. Um sacrifício pelo bem maior, o momento catártico que ele precisava para ter a clareza de que precisava ser o líder que ele deveria ser. Rollins agora quer falar diretamente com Rey. Ele sabe que Rey está em casa com sua família e está se recuperando, e sabe que Rey não pode vê-lo agora, mas logo entenderá que na semana passada foi uma bênção disfarçada. Rollins diz, do fundo do coração, para que não precise ser dito quando eles se encontrarem novamente, Rey – de nada. A música interrompe Rollins quando Humberto Carrillo sai. Singles Match: Murphy c/ Seth Rollins vs. Humberto Carrillo 
– Murphy aplica um “Murphy’s Law” em Carrillo, fazendo-o desistir. Singles – Non Title Match: NXT Women’s Champion Charlotte Flair vs. Ruby Riott 
– Flair aplica um “Figure Eight” em Riott, fazendo-a desistir. Asuka pega o microfone e agradece a Sane, que oferece um buquê de flores. Asuka menciona Becky Lynch tornando-se mãe e diz que isso é tão feliz. Sane nos mostra como Asuka tem sido a campeã feminina do NXT, a campeã feminina do SmackDown, a campeã feminina de duplas e agora a campeã feminina da RAW. Sane a chama de Grand Slam Champion e Asuka começa a dançar. Sane toca uma flauta agora até a música interromper e sair Nia Jax. Jax diz que não há nada para comemorar porque Asuka recebeu o título de Becky. Jax diz que Asuka conseguiu o melhor emprego temporário de todos os tempos, porque Becky está de licença maternidade e logo será substituída por alguém mais digno – Jax. Jax se aproxima dela. Jax ameaça Asuka novamente e Sane se aproxima dela. Jax diz a Sane para relaxar. Asuka imediatamente ataca e apóia Jax contra as cordas. Asuka com um Hip Attack derruba Jax no chão. Asuka grita com Jax do ringue enquanto Jax a encara. A música de Asuka toca enquanto Jax a observa da rampa. Singles Match: Bobby Lashley vs. R-Truth 
– Lashley aplica uma submissão em Truth, lhe fazendo desistir. WWE Women’s Tag Team Championship Match: Alexa Bliss e Nikki Cross vs. The IIconics (Peyton Royce e Billie Kay) 
– A luta termina em DQ, com vitória de Bliss e Cross, após Royce jogar Bliss repetidamente no poste do ringue. Submission Match: Shayna Baszler vs. Natalya 
– Shayna aplicou o “Kirifuda Clutch” e venceu o combate. Tag Team Match: Apollo Crews e Kevin Owens vs. Andrade e Angel Garza 
– Crews aplicou um “sitdown powerbomb” e venceu o combate. Após o combate, a música de Apollo toca e eles comemoram. Vega e seu grupo estão no ringue agora falando sobre o que aconteceu. Andrade de repente ataca Austin. Garza se junta e ambos atacam Austin enquanto Vega assiste. Vega diz que nunca deveria ter acreditado em Theory, insinuando que ele é um traidor. Singles Match: Aleister Black vs. Murphy 
– Após ordem de Seh Rollins, Theory entrou no ringue e atacou Black, causando assim a desqualificação. Singles Match: Drew McIntyre vs. King Baron Corbin 
– Drew aplicou o “Claymore kick” e venceu o combate após Corbin ser distraido por MVP e Lashley. 

 Após o combate, Drew observa com o WWE Championship em mãos. Drew olha para MVP e Lashley, que estão reclamando sobre como Lashley merece uma chance pelo título. MVP e Lashley olham para o ringue enquanto Drew comemora. O RAW sai do ar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário