--

Cobertura WWE Friday Night SmackDown 06/11/2020

 



Na noite desta sexta-feira a FOX transmitiu mais um episódio ao vivo do Friday Night SmackDown, diretamente do WWE ThunderDome, em Orlando, na Flórida.


SmackDown Women’s Championship Match: Bayley vs. Sasha Banks (c) – Sasha aplicou o “Bank Statement” em Bayley para vencer o combate. Jey Uso está nos bastidores se preparando para uma entrevista, com uma xícara de café na mão, quando Kevin Owens aparece. Owens brinca sobre Jey pegar o café para Roman Reigns. Jey pergunta se Owens acha que sua família é uma piada. Owens não acha que isso seja uma piada. Owens diz que veio aqui porque eles são parceiros no Survivor Series e Owens não tem muito sucesso nesse evento, e ele espera que eles possam mudar isso. Owens diz que, no entanto, claramente Jey tem outras coisas em sua mente e ele vai deixar Jey em paz. Owens brinca sobre o café de novo, dizendo que talvez Jey deva mudar para o descafeinado. Survivor Series Qualifying Match: King Baron Corbin vs. Rey Mysterio – Rey acabou se distraindo com Dominik que estava brigando com Rollins, o que abriu brecha para Corbin aplicar o “End of Days” e vencer o combate. Survivor Series Qualifying Match: Natalya vs. Ruby Riott vs. Zelina Vega – Riott venceu o combate após um golpe de submissão. Big E está nos bastidores jogando com um funcionário. Ele aparentemente vence e começa a se gabar. Os SmackDown Tag Team Champions Street Profits junta-se a ele e parece que eles estão se tornando amigos. Big E menciona sua luta no Survivor Series contra Xavier Woods e Kofi Kingston. Ford e Angelo começam a rir muito e Big E se junta a brincadeira. Eles ficam rindo até que Billie Kay aparece do nada, também rindo. Ela acaba dando seu currículo para os Street Profits. Ela aponta para como ela já foi do RAW e caso eles precisem de alguma informação, ela terá. Survivor Series Qualifying Match: Otis vs. Seth Rollins 
– Após receber ajuda de Murphy, Rollins aplicou o “Stomp” e venceu o combate. Michael Cole nos mostra uma entrevista com um Lars Sullivan sem camisa, gravada hoje cedo. Cole pergunta a Lars sobre a entrevista da semana passada com Corey Graves, falando sobre como ele foi intimidado. Lars está um pouco mais animado esta semana, respirando com mais dificuldade e balançando um pouco para a frente e para trás em sua cadeira. Lars diz que odeia valentões. Ele sofreu bullying a vida toda por causa da aparência, da maneira como fala e se veste. Aqueles valentões iriam derrubá-lo, chutá-lo, roubar seu almoço, zombar dele e chamá-lo de maluco, diz Lars. As outras crianças simplesmente ficavam ali, observando e rindo às custas dele, continua ele. Lars se irrita e lembra como aos 13 anos começou a levantar peso e aprendeu a cuidar de si mesmo. Ele rapidamente ganhou músculos e o bullying parou. Na verdade, ele se tornou o valentão. Ele intimidava os valentões e isso era muito divertido. Ele intimidou as crianças que ficavam ali paradas antes. Lars diz que aprendeu que podia intimidar quem quisesse, que podia obrigá-los a fazer o que ele quisesse, comer o que quisesse. Sujeira, vidro, insetos. Lars começa a rir. Ele diz que poderia fazer o que quisesse. Ele poderia fazer isso… ele apenas grita alto. Isso sim é intimidação, isso é bullying, e ele adora. Lars ri novamente para encerrar a entrevista. Singles Match: Jey Uso vs. Kevin Owen 
– Após distração de Roman Reigns, Jey aplicou o “Frogsplash” e venceu o combate.

Nenhum comentário:

Postar um comentário